Exercício físico, um grande passo para a saúde do coração

As doenças cardiovasculares aparecem em primeiro lugar entre as causas de morte no Brasil e representam quase um terço dos óbitos totais e 65% do total de mortes na faixa etária de 30 a 69 anos de idade, atingindo a população adulta em plena fase produtiva. Infelizmente, dentro das principais abordagens preventivas das doenças cardiovasculares, ainda é bastante baixo o percentual de indivíduos efetivamente encaminhados para programas de exercício ou de reabilitação cardíaca.

canvas

Segundo a Organização Mundial da Saúde, reabilitação cardíaca é o somatório das atividades necessárias para garantir aos portadores de cardiopatias as melhores condições física, mental e social, de forma que eles consigam, pelo seu próprio esforço, reconquistar uma posição normal na comunidade e levar uma vida ativa e produtiva.

Os pacientes que aderem a programas de reabilitação cardíaca apresentam inúmeras mudanças tais como:

  • Aumento da força muscular,

  • Controle de pressão arterial e freqüência cardíaca,

  • Melhora dos níveis de colesterol e triglicérides,

  • Aumento da vascularização periférica,

  • Alimentação balanceada e controle de peso

  • Mudanças psicológicas que estão associadas ao melhor controle dos fatores de risco e à melhora da qualidade de vida.

Aproveitando que o dia do coração foi domingo 26/09, por que não dar atenção para este órgão tão importante? Nunca é tarde, ou cedo demais, para cuidar da sua saúde!

Texto escrito por Vivian Simões Ramalho e equipe de cardio da Hari Om.

(www.hariom.com.br )

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

De volta á escrita

Compartilhar

Algumas mudanças